Pastoral da Juventude

OBJETIVO GERAL

Despertar os jovens, para a pessoa e a proposta de Jesus Cristo e desenvolver com eles um processo global de formação a partir da fé, para formar líderes capacitados a atuarem na própria Pastoral da Juventude e outros ministérios da Igreja e os mais específicos. Comprometidos com a libertação integral do homem, da mulher e sociedade, levando a vida de comunhão e participação.

HISTÓRIA DA PASTORAL DA JUVENTUDE DE PLANALTINA

Pastoral da Juventude é a ação da Igreja junto à juventude, sendo que são jovens evangelizando outros jovens para que se descubram a si mesmos e se comprometam com Cristo, a serviço da construção de um Mundo Justo e Fraterno. Nisto a Pastoral da Juventude em Planaltina se deu pelo fato de querer engajar a juventude com um trabalho mais comprometedor em seu meio popular, fazendo assim a união entre os grupos e a comunidade. E foi concretizado este desejo de Pastoral da Juventude no I Encontro de Jovens realizado em 03 de maio de 1992, onde reuniram-se aproximadamente 500 jovens. O tema abordado foi “JUVENTUDE, PRESENTE NA CONSTRUÇÃO DO NOVO”. A partir disto aconteceu a primeira reunião como organização da PJ com a participação dos representantes de cada grupo de jovens.

O QUE É PASTORAL DA JUVENTUDE?

PASTORAL: Porque nosso modelo é Jesus, nosso pastor. Fazer pastoral é fazer o que Jesus fez, é continuar sua missão. Pastoral é serviço, ação, trabalho de quem segue Jesus Cristo. É ação organizada que atende uma realidade específica.
DA: Pastoral DA Juventude e não DE Juventude. Significa que é dos jovens. É o jovem sendo apóstolo do próprio jovem. O Jovem é o protagonista.
JUVENTUDE: É uma fase de grandes transformações em que o jovem busca sua definição pessoal e social. É o momento de tomada de posição diante da vida, decidindo entre diversas opções que podem determinar o futuro. É tempo de viver com entusiasmo a busca da utopia.

Em outras palavras, Pastoral da Juventude é a ação da Igreja que ajuda os jovens a descobrir, assimilar e comprometer-se com a pessoa de Jesus Cristo e com seu Evangelho. Esta experiência deve levar o jovem a uma ação transformadora.

Para alcançar seus objetivos a Pastoral da Juventude tem uma forma de trabalhar (metodologia) que foi construída ao longo de vários anos de história.

A opção da PJ é a metodologia participativa, onde todos têm a oportunidade de refletir, opinar, decidir e agir em conjunto. O método VER-JULGAR-AGIR-REVERCELEBRAR é um elemento importante desta metodologia. Essa prática promove o crescimento gradual do jovem em todas as suas dimensões (formação integral).

A participação do jovem no grupo de base é o principal meio utilizado pela PJ para atingir seus objetivos. O acompanhamento dos jovens e dos grupos, realizado pela assessoria, também é fundamental.
Para facilitar o processo de formação e a participação efetiva dos jovens, a PJ deve ter uma organização nas paróquias, nas regiões, na diocese, etc.

O método VER-JULGAR-AGIR-REVER-CELEBRAR procura integrar fé e vida. Parte da realidade e leva a uma ação transformadora.

VER – Tomar consciência da realidade.

JULGAR –
 Confrontar a realidade com o Evangelho.

AGIR –
 Realizar uma ação transformadora.

REVER –
 Avaliar os resultados para criar uma nova ação.

CELEBRAR –
 É reconhecer a presença de Deus na caminhada. É recordar conquistas e dificuldades, e ganhar força para novos desafios.

 

ORGANIZAÇÃO DA PJ:

COORDENADOR DE GRUPO

Ao sentirem a necessidade de estarem juntos, os jovens se reúnem nos grupos de base. Ali, um deles é eleito coordenador para ser o elo de ligação direta com a PJ paroquial, representando o grupo e garantindo a unidade do trabalho.

 

PJ NA PARÓQUIA

Os jovens dos diversos grupos de cada paróquia elegem uma Coordenação Paroquial. Esta deve estar a serviço dos grupos para que haja comunhão entre os mesmos e participação ativa na caminhada da PJ da diocese.

 

FALE CONOSCO:

pj@santaritadf.org.br

(61) 9338.4504 – Nasalúcia.